afinar

Dicas para afinar a voz do componente desafinado do seu grupo de louvor.

Pessoal,

fazendo um link com o artigo: “Acepção de pessoas no louvor existe?”, neste artigo iremos abordar algumas dicas que você pode aplicar no seu grupo de louvor, para afinar o famoso irmãozinho(a) que tem dificuldade para cantar afinadamente. Se você, líder de louvor, seguir estas dicas, não vai mais precisar de orar para o pobre do irmão faltar os ensaios (risos).

Concientize o desafinado do “problema”.

Bem, uma das coisas mais importantes a ser feita antes que se comece o trabalho de afinação da voz, é concientizar o desafinado de que ele tem este “problema”. Isso as vezes não é fácil, seja pelo fato da pessoa não ter noção de que é desafinada ou até mesmo por achar que a forma que ela canta é a correta. Mostrar a uma pessoa que ela tem esse problema normalmente é difícil mas com certeza o Espírito Santo lhe mostrará a melhor abordagem. Uma coisa é certa, é muito mais fácil você mostrar a ela dizendo: “olha amado, você está cantando um pouco diferente do que é para cantar. Tenta fazer desse deste jeito…”, do que mostrar a ela gritando: ” – Tá tudo errado!! Fica quieto que depois eu te mostro como que é!!…” Acreditem, isto acontece.

Dê acompanhamento ao desafinado.

Depois de ter mostrado ao desafinado que ele precisa de acompanhamento, tente colocá-lo sempre perto de quem tem mais segurança na voz. Coloque do lado mesmo! E fale para o irmão que canta direitinho auxiliar o que tem dificuldade. Peça para ele cantar no ouvido do outro as notas certas e caso o desafinado não acompanhe, pare e mostre a ele o que ele está fazendo de diferente. Esta parada com certeza não vai atrapalhar seu ensaio pois você pode pedir aos outros que observem o que você está ensinando e isso vai reforçar a segurança dos outros.

Dê noção de altura das notas ao desafinado.

Para acertar a nota é necessário que todos tenham noção do que é o agudo (nota mais “fina”) e o grave (nota mais “baixa?”). Tire um tempinho de ensaio ( o ideal é que isso seja feito no começo do grupo) e passe esses e outros conceitos relacionados à teoria musical, isso facilitará e muito sua vida de líder de louvor.

A noção de agudo e grave fará com que após o “acompanhante” mostrar que ele está cantando diferente, o desafinado perceba o que está fazendo de diferente. Ele vai saber se o que está cantando está num tom mais alto ou mais baixo do que deveria cantar.

Caso ele não entenda, faça um glissando na sua voz, da altura da nota que ele está cantando até a altura da nota que ele deveria cantar. Faça ele também fazer a mesma coisa até cantar corretamente( isso ajuda muito).

Deixe o desafinado à vontade!

Não se preocupe se o desafinado vai ficar constrangido por você faze-lo cantar na frente de todos. A vontade dele de aprender a cantar normalmente supera até mesmo a vergonha. E com certeza ele vai se sentir muito melhor se você lhe der atenção para o corrigir, do que se você simplismente fingir que ele não está ali.

Desenvolva a sensibilidade do desafinado.

O grande problema do desafinado é que a sensibilidade dele para assimiliar a altura de uma nota de primeira é menor. Por isso é interessante que você faça alguns ensaios apenas para desenvolver essa sensibilidade. Como fazer isso?

Pegue um instrumento (preferencialmente piano ou teclado), faça nele algumas escalas e peça para que os componentes repitam. Aumente gradativamente a dificuldade das escalas sem esquecer de passar pela escala cromática. Depois, podem ser tocadas notas aleatórias com o intuito de que o “aluno” cante cada uma acertadamente.

Tenha paciência com o desafinado!

Bom, basicamente essas dicas ajudam muito. Esse processo leva tempo. Para alguns mais e para outros menos. Exigirá sua paciência mas no final será muito gratificante. Os benefícios são incontáveis: os componentes ficarão mais motivados vendo seu interesse por eles e pelo bom andamento da Obra, o grupo ficará mais coeso e você terá um motivo a menos de oração…rs (estou brincando, devemos orar sempre pelo grupo).

 E quando você menos esperar os componentes estarão cantando perfeitamente. Em nome de Jesus!!

GOSTOU DO ARTIGO?! VOCÊ CONHECE ALGUMA DICA?! 

Faça um comentário!!

Poste para gente, se você tem alguma dica ou experiência para contar!!

Isso será de grande utilidade para todos!!

Por: Cleverton Santiago.

www.clevermusic.com.br

Comente no Facebook!!

21 Comments

  • Araujo Oliveira

    Responder Resposta 6 de julho de 2014

    Gostei imenso e que Deus continue te dando muita sabedoria para ajudar outros tambem…………….

    • nanicosta

      Responder Resposta 25 de março de 2015

      Muito bom Deus abençoe

  • DE SOUZA MONICO

    Responder Resposta 26 de outubro de 2012

    rsrsrsrs…dicas abençoadas…irmao Cleverton…voce esta de parabéns pelo blog….essas dicas estao me ajundando muito…rs…não sou maestro ou prof. formado…eu apenas ajudo, compartilho e aprendo junto…na igreja q sirvo a DEUS. E estamos buscando..ai…no seu blog…Abençoado…
    att,
    Samuel Monico…

    • Cleverton Santiago

      Responder Resposta 26 de outubro de 2012

      Rsrsrs
      Amém Samuel!!
      Que Deus possa te abençoar grandemente e que esse blog possa ser de grande ajuda tb!
      Fica com Deus!!

  • Ana Caroline Sousa

    Responder Resposta 19 de abril de 2012

    nossa gostei muito das dicas!!!
    parabéns, este trabalho ajuda muitas pessoas
    gostam de boa musica…

  • Anônimo

    Responder Resposta 29 de janeiro de 2012

    eu as vezes nao agueto canta musicas da fernanda brun porque

    • Cleverton Santiago

      Responder Resposta 1 de junho de 2012

      Amada,
      provavelmente vc nao consegue cantar as musicas da Fernanda Brum por ela ter uma voz mais grave.
      Cada pessoa tem uma extensão vocal a qual ela se adapta melhor e tem mais facilidade de cantar.
      Isso se chama tessitura.
      Ela pode treinar e estender mais a sua extensão vocal tanto para o grave, quanto para os agudos.
      Isso requer bastante treinamento e dedicação.
      Em breve vou postar alguns exercícios ou dicas que possam auxiliar no desenvolvimento da tessitura ok?
      Paz do Senhor!!

  • JEOSAX

    Responder Resposta 30 de dezembro de 2011

    Parabéns pelo site Cleverton, baixei ótimas partituras pra tocar em meu sax soprano, e outros materiais excelentes!!!

    Deus te abençoe!!!

  • claiton lima

    Responder Resposta 29 de dezembro de 2011

    Olá, exercícios vocais usando TRRRRRRRRR, BRRRRRRRR e PRRRRRRRR
    e notas longas…….Pratique com ela o seguinte exercício:

    Emitir um fio de ar e imaginar na ponta do fluxo de ar uma BOLINHA DE ISOPOR da cor que a pessoa gostar.

    Peça para ela contrair o diafragma e “empurrar em linha reta” essa bolinha até um
    ponto que voce indicará (+ ou – 10 metros)

    Mostre pra ela que se ela afrouxar o fluxo de ar, a bolinha sairá de sua reta (e desafinará).

    Esse exercício permitirá maior controle, tonificando o diafragma e fará com que a pessoa concentre-se no que está fazendo, prestando atençaõ na trajetória reta da bolinha, que equivalerá, na pratica, a emissão da nota em linha reta (frequencia correta).

    Depois comentem comigo os resultados.
    Abraço a todos
    Claiton lima
    notialclima@uol.com.br

  • Suely

    Responder Resposta 12 de dezembro de 2011

    Eu fui escolhida pelo Senhor pra ser lider do gl da minha igreja e confesso q fiquei preocupada..toco violão e só..partitura enteO glndo mas limitaçao existe.Quero uma dica pois sao desafinadissimos..vocalises seria uma opçao praafinar as vozes?

    • Cleverton Santiago

      Responder Resposta 12 de dezembro de 2011

      A Paz do Senhor Suely,
      primeiramente parabéns!!
      Que Deus possa te abençoar grandemente em seu ministério.
      Bem, eu diria que vocalizes são mais para exercitar as vozes.
      Veja, não surtiria muito efeito se você fizesse vários exercícios de vocalize
      com cantores que não vão encontrar nem a primeira nota. Você acabaria perdendo tempo!
      (E isso é preciosíssimo nos ensaios!)
      Eu sugiro que você inicie com exercícios simples, tipo:
      pegue uma nota em que a maioria dos componentes do seu grupo possam cantar
      (o ideail é fazer isso individualmente,mas não sei a sua disponibilidade disto acontecer),
      toque esta nota em um teclado (caso não saiba tocar, utilize o violão e encontre a mesma nota no teclado,
      digo para fazer no teclado pois nele é mais fácil para sustentar a nota),
      insista na mesma nota até que todos a encontrem, só então passe para a nota seguinte, seguindo a escala diatonica,
      a partir da nota que você iniciou. Na verdade, isso vai ser como um vocalize mas num processo um pouco mais lento
      e digamos mais “simplificado”. Permaneça no mesmo tom até que todos se acostumem e depois faça a mesma coisa
      com a escala cromática (caso tenha alguma dúvida com relação às escalas, me diga que eu posto um comentário com a
      sequencia).
      FIca na Paz! Não fica preocupada não! Voce vai ficar mais tranquila quando ver os resultados!!
      Com certeza vai ser uma benção este seu ministério. Lutas virão, mas sem lutas não há vitórias!!
      Me mantenha informado ok? rs
      Paz do Senhor!!

  • alex alves

    Responder Resposta 2 de agosto de 2011

    a paz do senhor meus irmão tenho usado muito o vocalise é um exercício muito bom em forma de arpejo com variações lento, medio,acelerado e com alturas diferentes
    fiquem na paz do senhor

    • Cleverton Santiago

      Responder Resposta 3 de agosto de 2011

      Irmão Alex,
      esta é uma excelente técnica.
      Talvez “o desafinado” tenha alguma dificuldade inicial para acompanhar os arpejos,
      por isso é importante que se inicie com exercícios voltados para o aumento da sensibilidade dele.
      Mas como falei, após algum treinamento, com certeza esta técnica é muito boa.
      Muito obrigado por compartilhar conosco sua experiência ok?
      A Paz do Senhor!!

  • Márcia Barros

    Responder Resposta 13 de julho de 2011

    Cleverton, sou líder dos vocais da minha igreja. É um grupo grande demais. Mas como foi o pastor quem os colocou eu não posso fazer nada a não ser tentar na medida do possivel encaixar todo mundo. Não tem sido fácil mas temos conseguido dividir as vozes. Engraçado que quem me dá trabalho são os sopranos. Pessoas acostumadas a cantar sozinhas na igreja muitas vezes não entendem seu papel de backing vocal. Querem cantar mais alto que os outros, não respeitam o timbre do solo nos refrãos e por aí vai… Sou uma líder perfeccionista, as vezes exagero na correção (confesso), mas realmente me frustro quando falo sempre a mesma coisa do tipo “mais suave, por favor…” falo isso umas mil vezes no ensaio, só que na hora do culto o pessoal esquece e empolga. O que fazer?

    • Cleverton Santiago

      Responder Resposta 26 de julho de 2011

      Irmã Márcia,
      mais uma vez peço desculpa pela demora em responder seu comentário abençoado!
      Vc levantou um problema que muitos líderes de louvor passam e me deu idéia para escrever outro artigo.
      Vou estar postando logo ok?
      Deus abençoe seu Ministério!!

  • Remi Joao Da Silva

    Responder Resposta 8 de julho de 2011

    Amigos vejam este metodo de ensinar quem nao e afinado a cantar e quase igual a do Cezar

  • Cleverlaine

    Responder Resposta 25 de maio de 2011

    Aí maninho!

    Mto bom!
    DEus continue te abençoando!

    • Cleverton Santiago

      Responder Resposta 25 de maio de 2011

      Brigado mana do colaxão!!
      Fica com Deus!!

  • Savio Freitas

    Responder Resposta 5 de maio de 2011

    Certamente verei algumas destas tecnicas durante os próximos ensaio.
    Excelente texto

    • Cleverton Santiago

      Responder Resposta 5 de maio de 2011

      Savio, obrigado pelo comentário!
      Pode testar que ajuda muito mesmo, ok?!!
      Deus abençoe o seu ministério!

Deixe uma Resposta

* Indica Campo Obrigatório